terça-feira, 14 de fevereiro de 2017

Inglês : Como melhorei o meu idioma?

Eu sempre tive a sensação de que meu idioma não tinha grandes avanços e isso me desanimou por tantas vezes. Juro, eu era super travada e demorei para aprender que não adianta só frequentar aulas, outras alternativas podem ajudar o processo de aprendizagem se tornar mais prático e efetivo. Por isso venho aqui dar umas dicas que ajudaram a melhorar meu idioma:

1-LISTENING: Não acreditava que seria tão eficiente, mas quando me dediquei a ouvir e ouvir consecutivamente tudo melhorou, tudo passou a ser mais claro e sem dúvida alguma se eu soubesse disso antes teria praticado muito mais. Como tenho estudado inglês costumo usar a opção conversações diárias no site Share America.
Simplesmente gravo no celular (na opção de gravador mesmo) e fico ouvindo e insistindo até entender. Ouço no metrô, no carro, no ônibus, tanto faz, mas sempre em meio a correria do dia-a-dia. O legal é que o site disponibiliza o diálogo por escrito em inglês e português então você pode consultar, além disso todo diálogo traz no final vocabulário de novas palavras. Não é prático? Eu acho!

2-PRONÚNCIA: Como eu não consigo treinar sozinha, frequento uma vez por semana o clube da conversação para ajudar com a pronúncia e olha a insegurança está indo embora aos pouquinhos.

3-ESCRITA: Essa parte pra mim é mais tranquila e é a que eu desempenho melhor. Trabalho em uma multinacional e escrevo todos os dias e-mails em inglês. Se você não tem praticado com tanta frequência pode baixar aplicativos, pois há muitos disponíveis. Durante um tempo eu usei Duolingo que além de permitir que você formule frases ainda disponibiliza exercícios de gramática.

4-PACIÊNCIA: Não se desespere, não fique se comparando com ninguém, cada um tem seu ritmo, eu estudo Inglês há 5 anos, já estudei em escola, fiz aulas particulares, frequentei cursos gratuitos, estudei online e confesso que sempre me dei o luxo de parar e recomeçar. No momento só sei que ainda tenho muito o que melhorar e estou fazendo isso dentro do possível.

Depois dessas dicas aconselho vocês a fazerem um planejamento durante a semana e reservar alguns minutos para praticar. Não importa se vocês vão praticar sozinhos ou em grupo, se vão pagar uma escola, se vão encontrar ajuda no Youtube ou qualquer outro conteúdo gratuito na internet, o que importa é se dedicar que com o tempo seu idioma vai melhorar!!!

Até a próxima!!!!

segunda-feira, 23 de janeiro de 2017

Aulas de inglês -BOM PREÇO-

Como sabemos a parte mais essencial de todo o processo de um intercâmbio é o bendito idioma. Você tem que dominar o idioma pelo menos a nível intermediário, claro que há casos de pessoas que viajam com o básico de idioma e isso nunca as impediu de fazer um intercâmbio, mas eu penso que se estiver ao nosso alcance melhorar o idioma enquanto estamos no Brasil, porque não tentar?

Eu sei que há inúmeras formas de estudar de graça, youtube, sites de relacionamento/idiomas, livros e conteúdos online, sim há muitas formas de estudar sem gastar um tostão, mas se você for como eu e precisa também daquele "empurrãozinho" com aulas presenciais e não tem muita grana, eis que encontrei algo em conta aqui na terra da garoa.
Estou fazendo o curso há três meses no Clube da Conversação, como o próprio nome já diz o curso tem foco na conversação e se você está procurando estudar gramática com certeza você não encontrará lá (exceto se você marcar aulas particulares com o professor e neste caso não sei o valor), mas se você quer melhorar sua pronúncia e/ou "se soltar" para falar, esse é o lugar certo!

Fica a dica para quem tem a mesma necessidade e mora em São Paulo.


E o preço? Você confere logo abaixo:


Atenção: Esse post não é publicitário.

Site: Clube da Conversação

quinta-feira, 5 de janeiro de 2017

Decidi começar o ano DECEDIDA

Parece confuso né? Pois é, librianos sempre confusos rsrs

Eu como uma boa libriana sempre acabo me enrolando nas coisas, pesquisando mil opções e acabo na maior dúvida. Foi por esse motivo que decidi não visitar as agências para decidir por qual iniciaria meu processo (contei isso anteriormente).

Bom, antes de entrar no assunto quero desejar a todos um FELIZ 2017 e que nesse ano todos conquistem seus sonhos e objetivos!!!!! BEM VINDO 2017 SEU LINDO!!!! =)



É isso aí ano novo e vida nova, vamos aproveitar toda essa energia e focar nos nossos sonhos. Eu começo o ano dizendo que estou mesmo decidida que serei au pair e vou aproveitar esse mês de Janeiro para solicitar meu passaporte, então se liga nas dicas:

Para emissão do passaporte, o interessado deverá primeiramente acessar o site da Polícia Federal ( www.dpf.gov.br ) e preencher os dados pessoais.
O site vai originar um número de protocolo e solicitar que se escolha um posto de atendimento, este deverá ser o mais próximo e/ou mais conveniente para você, nessa etapa vocês também escolherão o dia e horário para comparecer a Polícia Federal.

Os documentos ORIGINAIS necessários para levar no dia são:
- RG
- CPF
- Título de Eleitor com os comprovantes da última votação.
- Passaporte anterior se houver

PS (1): Atualmente a foto é feita no local

PS(2): O custo para emissão de passaporte passou de R$ 156,07 para R$ 257,25 no ano passado, mas isso devido a validade do documento que passou de 5 anos para 10 anos.

Vou fazer o meu agendamento e depois conto para vocês como foi minha experiência.


Good luck for us!!! =)

sexta-feira, 18 de novembro de 2016

Palestra Cultural Care

Olá amores !!!!

Finalmente eu consegui organizar meus compromissos e arranjei um tempinho para assistir a palestra da Cultural Care. Pra quem não sabe, aqui em São Paulo, a agência tem palestras todas terças e quintas-feiras às 19hs e sábado às 11hs é só comparecer no horário e avisar na recepção.
Pois bem, dessa vez cheguei na agência com 5min de antecedência , uffa hahaha
Na minha opinião a palestra foi simples e objetiva, me senti confortável com a palestrante que é ex au pair e contou algumas das suas experiências. A parte mais legal é que deu para fazer amizade com as meninas que estão no processo e é tão bom encontrar pessoas que compartilham do mesmo sonho!
Então é isso aí, sem muitas novidades, palestra objetiva e esclarecedora.

E qual é o próximo passo?
Agora é começar a mexer no cofrinho para investir em cada etapa, afinal não está fácil hahaha


sexta-feira, 7 de outubro de 2016

Minha agência: Opinião e Valores

ATENÇÃO, ATENÇÃO!!!!! PARE o que você está fazendo agora e corre que tem post novo no blog! hahahaa





OK, sorry, não é pra tanto!

Apenas quero expor à vocês o meu ponto de vista com relação a agência que escolhi e acho isso tão importante! Antes de tudo já quero deixar claro que não existe agência melhor ou pior, vai da prioridade de cada um escolher o que é melhor pra si. Se você é como eu que prefere pesquisar (e muito) antes de tomar qualquer decisão, vai curtir esse textão. Então vamos nessa?!

A minha agência é a Cultural Care, que é a mesma agência no Brasil e Estados Unidos.
Liguei na agência para marcar a visita e fui informada sobre as palestras do programa Au Pair, nos seguintes dias: Terça e Quinta-feira às 19hs e Sábado às 11hs, como não é necessário fazer agendamento decidi ir na quinta-feira às 19hs. Eu sou de São Paulo e a unidade da minha cidade fica no endereço Av. Brigadeiro Luís Antônio, 4701 - Jardim Paulista. Então tudo certo, sai do trabalho e já fui direto para a agência, porém dei uma mancada: ao descer no metrô Brigadeiro, na Av. Paulista, decidi ir a pé até a agência (WTF???) e o que aconteceu? Gastei 30 minutos para chegar e perdi a palestra. Sim eu fiz essa palhaçada e perdi a palestra! kkk
Minha dica é a seguinte: Peguem um ônibus, há várias opções e você vai gastar no máximo 5min. Essa vai para a lesson learn list hahahaha

Fui atendida por uma moça super simpática, a Ellen, que tirou minhas dúvidas e eu já queria fechar naquele momento, mas ela falou que eu deveria retornar outro dia e assistir a palestra para depois iniciar o processo. Geeeente, achei isso muito profissional, se fosse uma agência que só quisesse grana já teria fechado sem pensar duas vezes, mas não, ela deixou claro que é muito importante assistir a palestra para ter certeza de que é isso que quero, portanto o desfecho dessa história é que retornarei para assistir a palestra em breve.

Agora vamos ao diferencial da agência ao meu ponto de vista....

1) Achei muito importante a cobertura estendida do Seguro Médico. A Ellen me explicou que antigamente eles ofereciam dois valores, um com seguro médico básico e outro com o estendido, mas hoje a Cultural Care optou apenas pelo estendido, que é mais completo, incluindo:

• Cobertura ilimitada para despesas médicas (desde que com sintomas): consultas, exames, remédios, internações, etc.
• Cobertura para o custo da viagem de 2 familiares (pais ou irmãos) em caso de risco de vida da au pair.
• Voos de ida e volta em caso de interrupção do programa devido a morte ou doença séria de parentes diretos.
• Voo de volta para o Brasil em caso de interrupção do programa por motivo de saúde da au pair.
• Indenização em caso de roubos / assaltos.
• Assistência jurídica de até USD 15.000.
• Indenização em caso de danos a terceiros em até USD 500.000.
• Baixas franquias.

Sei que ninguém quer contar com isso ( EU NÃO QUERO MESMO), mas considerando que estarei em outro país e é impossível prever o futuro acho que vale a pena ser realista e fechar um bom seguro.

2) Para ficar online é mais rápido em relação à outras agências visto que o application é revisado aqui no Brasil e você terá uma semana para deixar tudo pronto. Sim, é isso mesmo! Não nego que é um prazo curto, mas vai do esforço de cada um, acho que vale a pena se esforçar um pouquinho para ficar online logo. Para vocês terem uma ideia tem agências que precisam enviar o app para ser revisado fora do Brasil o que demanda mais tempo.

3) O fato de você estar tratando com uma agência no Brasil considerando que é a mesma agência nos EUA também é um diferencial e passa segurança visto que não está tratando nada por meio de terceiros.

Lembrando que esses foram os fatores que contribuíram para eu escolher a Cultural Care, portanto é uma opinião pessoal. Não sei sobre as outras agências, mas tem muito conteúdo na internet sobre o assunto, pesquise, visite o local se possível e escolha a agência que for mais confortável e segura para você.

E chega de blá blá blá e lero lero, vamos ao valores!!!!

CUSTOS COM A AGÊNCIA:

Entrevista: R$ 40,00

Inscrição: R$ 310,00

Custo do Programa: $ 3.630,00 - Este valor será pago apenas após o Match e inclui a cobertura do seguro médico.

TOTAL: R$ 3.980,00

Atenção: Todos os pagamentos são efetuados através de boleto bancário.

OUTROS CUSTOS:

PID - Permissão internacional para dirigir: Consultar valor no Detran da sua cidade.

Visto J-1: US$ 160,00 - Pagamento direto para embaixada dos EUA

Uma informação importante a considerar:
Se além dos requisitos você tem inglês avançado e 500 ou mais horas de experiência com crianças menores de dois anos de idade, você paga apenas 2.130,00 como custo do programa.
A Ellen também me explicou que se meu teste de inglês der intermediário agora não tem problema, se futuramente eu fechar com uma família que tenha crianças com menos de 2 anos poderei refazer o teste e se meu inglês tiver melhor eu tenho chance de consegui esse preço promocional, isso porque já tenho bastante horas de experiência com crianças até dois anos de idade, portanto eu acho que não custa nada tentar.

Bom, espero que eu tenha ajudado vocês a terem uma noção de quanto é preciso desembolsar para iniciar o programa. Lembrando que há agências com valor mais em conta, então depende do que for prioridade para vocês. No geral, achei a agência bem profissional e também acredito que o preço não é tão caro se comparado com outros programas de intercâmbio. Vou atualizar o blog com as informações do meu processo e custos aqui Meu processo.

Quaisquer dúvidas deixem nos comentários.

Até logo amores!

terça-feira, 4 de outubro de 2016

Quero ser Au Pair nos EUA



Durante muito tempo eu li sobre todo tipo de intercâmbio, eu li muito mesmo, quando alguém falava sobre o assunto eu já falava desesperadamente da cultura do lugar, das regras do país quanto ao visto, das oportunidades, etc e tal. Mas o fato é que nunca fiz intercâmbio, eu só lia muito mesmo e as pessoas não acreditavam, tipo: como você pode saber tudo isso? Sorry, a louca do intercâmbio haha

Eu confesso que já fiquei apaixonada pela Irlanda e na época salvei todos os blogs que falavam sobre estudar na Irlanda na minha barra de favoritos, depois isso aconteceu com a Austrália parecia até que eu tinha algum tipo de missão nesse país (#alouca), antes de tudo isso eu já tinha passado da fase dos blogs das au pairs. Era sempre isso, eu só adquiria conhecimento e nenhuma ação eu tomava. Um dia decidi me organizar e começar a cotar, como meu foco sempre foi o inglês - ok, meu objetivo já estava definido. A partir daí que me deparei com aquele choque de realidade, de que eu teria que guardar muito dinheiro mesmo para fazer qualquer tipo de intercâmbio, porque apesar de eu trabalhar numa boa empresa, eu não tenho nenhum cargo, que digamos, me dê o luxo de guardar uma quantia razoável em pouco tempo (até porque moro com minha mana, então nós bancamos o nosso cantinho) e tampouco possuo "paitrocionio", então eu pensei, "cara cadê aqueles blogs das au pairs, pq eu exclui da minha lista?" Nem eu sabia o porquê , até hoje não sei como me desfiz de algo totalmente minha cara! E então , pronto, decidido! Voltei a ler e pesquisar sobre o programa e cheguei a conclusão de que esse intercâmbio SIM é muito mais viável pra mim.
Confesso que nunca dei muita moral para a cultura americana, mas nunca julguei também, falar sem conhecer não rola comigo, só não era um lugar a ser minha prioridade. Só que eu comecei a pesquisar e viajante do jeito que sou(gente qual viajante não ama cultura? Somos exploradores de cultura alheia haha) fui gostando, porque toda cultura é bela e única, eu simplesmente me apaixonei, comecei a me imaginar inserida naquela cultura e foi ai que pensei: é isso, é isso, é issooooo que quero pra minha vida!!!

Após isso entrei no grupão do Facebook e lá fui eu ler e adquirir topo tipo de informação, e foi lá que eu tive plena certeza de que esse programa é realmente o que quero pra mim. Eu tenho algo comigo que nunca vou esquecer: NUNCA TOME DECISÃO NA DÚVIDA, NA DÚVIDA É NÃO! Com o programa de au pair eu tive certeza e eu não tive dúvidas, foi assim que decidi o que queria para a vida. Então se você estiver em dúvida: wait! Espereeeee, quando algo for seu, for pra você, você não terá dúvidas, você simplesmente vai querer aquilo.

Enfim, depois disso veio a decisão da agência, eu decidi e fui naquela que eu escolhi pra mim com base nas experiências e recomendações de outras pessoas, não estou julgando nenhuma agência, pelo contrário, existem histórias boas e ruins em todas as agências, ficar se apegando a isso é besteira no meu ponto de vista, eu apenas me senti confortável para conhecer uma agência "x" (eu conto pra vocês no próximo post), isso porque eu tinha em mente que se fosse em muitas agências, iria ser pior, eu sou assim, tenho que decidir logo porque muita opção me deixa doida!
A dica que fica para esse post é: paciência e fome de conhecimento. Não tome decisões em meio a empolgação, pode ser frustrante depois, tenham fome de conhecimento, tudo vai dar certo na hora que tiver que acontecer. Leiam, leiam muito, entrem nos grupos do Facebook, sigam canais no Youtube e tenham paciência, pois a sua experiência não será a minha, não será de nenhuma blogueira, nem de qualquer outra pessoa, a sua história será única e só sua, tenha isso em mente: paciência!

Até logo amores!